Lei 14.457 de 2022​

Lei 14.457 de 2022

Em um cenário global no qual a inclusão e a igualdade de gênero são pautas em constante ascensão, o Brasil demonstra avanços significativos com a promulgação da Lei 14457 de 2022. Esta, que instaura o Programa Emprega + Mulheres, tem como principal objetivo fomentar e incentivar a contratação e retenção de mulheres no mercado de trabalho, combatendo assim o desequilíbrio histórico entre gêneros em posições profissionais. O Canal de Denúncias, com seu foco em segurança, transparência e eficácia, torna-se um pilar fundamental nesse processo.

O programa Emprega + Mulheres vem como uma resposta necessária aos dados alarmantes sobre a participação feminina na força laboral. Mesmo sendo a maioria demográfica, as mulheres ainda enfrentam barreiras significativas que limitam sua plena integração e progressão no ambiente profissional. Discriminação salarial, falta de oportunidades e preconceitos são apenas alguns dos obstáculos frequentemente enfrentados.

Dentre as principais medidas propostas pelo Programa Emprega + Mulheres, destacam-se:

  1. Incentivos Fiscais para Empresas: Estabelecimentos que se comprometem a empregar um número significativo de mulheres e garantir práticas igualitárias podem se beneficiar de reduções tributárias. Esta medida não apenas recompensa as boas práticas corporativas, mas também incentiva uma mudança cultural dentro das organizações.
  2. Programas de Capacitação: O programa prevê a criação de cursos e treinamentos voltados especificamente para mulheres, garantindo que elas tenham as habilidades e conhecimentos necessários para acessar uma variedade de setores no mercado.
  3. Campanhas de Conscientização: Para mudar a realidade, é fundamental mudar a percepção. Por isso, o Emprega + Mulheres investe em campanhas que visam educar empregadores e a sociedade em geral sobre a importância da igualdade de gênero no trabalho.
  4. Monitoramento e Transparência: A lei estabelece mecanismos de monitoramento e avaliação, garantindo que as empresas cumpram suas promessas e compromissos. Além disso, ao tornar públicas as estatísticas de contratação, cria-se uma pressão social para que as empresas se alinhem às melhores práticas.

A Lei 14.457 de 2022 e seu Programa Emprega + Mulheres representam um avanço significativo na busca por uma sociedade mais justa e equitativa. Ao reconhecer e abordar as disparidades de gênero no mercado de trabalho, o Brasil se posiciona em uma trajetória de crescimento sustentável, no qual as mulheres não apenas participam, mas também prosperam e lideram. Afinal, um país que investe em suas mulheres é um país que investe em seu próprio futuro.

A Lei 14457 de 2022 no Brasil, que institui o Programa Emprega + Mulheres, marca um avanço significativo para a inclusão e igualdade de gênero no mercado de trabalho. Este programa visa aumentar a contratação e retenção de mulheres, abordando desequilíbrios históricos em posições profissionais. O Programa Emprega + Mulheres responde aos desafios enfrentados pelas mulheres na força de trabalho, como discriminação salarial e falta de oportunidades, através de medidas como:

– Incentivos Fiscais para empresas que empregam um número significativo de mulheres e praticam igualdade de gênero.
– Programas de Capacitação específicos para mulheres, melhorando suas habilidades e acessibilidade ao mercado.
– Campanhas de Conscientização para educar sobre a importância da igualdade de gênero no trabalho.
– Monitoramento e Transparência para garantir que as empresas cumpram seus compromissos de igualdade de gênero.

A Lei 14.457 de 2022 representa um passo importante para uma sociedade mais justa, onde as mulheres não só participam, mas prosperam no mercado de trabalho.

4.8/5 - 278 votos