Pesquisar
Close this search box.

Ansiedade e trabalho: como a sua empresa pode ajudar a prevenir e combater

Tempo de Leitura: 6 Minutos

De acordo com pesquisas(1) realizadas pela Organização Mundial de Saúde, o Brasil é o país com maior prevalência de transtornos ansiosos em todo o globo. Cerca de 9% da população sofre de ansiedade patológica. E muitas vezes, podemos relacionar ansiedade e trabalho.

A ansiedade é uma resposta natural do organismo animal. Entretanto, quando uma pessoa passa por traumas, ambiente ameaçador, rotina estressante, dificuldades no trabalho ou nos relacionamentos, ela pode vir a desenvolver uma resposta crônica de ansiedade. Então, ela se caracterizará como transtorno psíquico.

Além disso, em nosso país, os altos índices de violência, a insegurança em relação ao trabalho, o desemprego, falta de qualidade de vida e de perspectiva para o futuro são identificados como uma das possíveis causas da grande presença desse transtorno na população. 

Fora os fatores individuais já citados, algumas situações de trabalho podem desencadear o transtorno. Assédio moral e sexual, bullying, discriminação, ocorrência de fraudes e outras irregularidades são um ambiente propício para o desenvolvimento do transtorno.

Neste artigo, você vai entender um pouco mais sobre a ansiedade. Veja também como ajudar a identificar, prevenir e lidar com esse problema no ambiente de trabalho.

O fenômeno da ansiedade: o que a minha empresa tem a ver com isso?

A ansiedade é uma resposta natural a uma situação de medo ou ameaça. 

O corpo humano é preparado para reagir ao perigo com uma série de respostas fisiológicas: aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial, tremores. A atenção fica centrada no momento presente, e tudo te move ou a se proteger ou a escapar.

Essa resposta, no entanto, é momentânea. O corpo volta a funcionar normalmente depois que atinge o propósito de fuga ou proteção, como deve ser num ambiente ordenado e pacífico.

A ansiedade patológica, essa que atinge a tantas pessoas atualmente, é quando essa resposta ocorre frequentemente, ou de forma crônica. Pessoas com transtorno de ansiedade apresentarão:

  • agitação incessante;
  • sudorese;
  • palpitações;
  • pressão alta;
  • irritabilidade;
  • prejuízo da memória;
  • concentração prejudicada;
  • preocupação constante;
  • alterações do sono (insônia ou hipersonia)
  • alterações do apetite (fome exagerada ou ausente)

Ou seja, a resposta ansiosa que deveria ocorrer momentaneamente passa a se manifestar no cotidiano do indivíduo, causando muitos prejuízos à sua saúde, funcionalidade e produtividade.

Como a ansiedade se apresenta?

Várias causas podem desencadear um transtorno de ansiedade. Uma delas é a exposição constante a situações de pressão, ameaça e medo. Quando expostas constantemente a um ambiente que sinaliza ameaça, o corpo passa a responder com ansiedade o tempo todo.

E, mesmo quando saem desse ambiente, as pessoas com ansiedade continuam manifestando as respostas sintomáticas, pois os estímulos ameaçadores continuam gravados no sistema perceptivo.

O fato de a ansiedade ser tão nociva para o aparelho psíquico faz com que os efeitos dessa doença no ambiente de trabalho sejam notórios.

O colaborador com um transtorno de ansiedade terá maiores dificuldades em desempenhar aquelas tarefas que exigem atenção, concentração, memória, agilidade, e provavelmente se sentirá mais cansado ao desenvolver atividades intelectuais que exijam mais tempo.

Por isso, a primeira consequência imediata da presença de ansiedade no local de trabalho, para a empresa, é a diminuição da performance. Absenteísmo, presenteísmo e alta rotatividade seriam as seguintes.

Além dessas, pessoas com ansiedade dirão que esse problema tem sério efeito sobre(2): performance nas tarefas; relacionamento com colegas e pares; qualidade do trabalho; e relacionamento com superiores

Então, como podemos prevenir e lidar melhor com a ansiedade no local de trabalho?

Como enfrentar a ansiedade no ambiente de trabalho?

Para combater a ansiedade no ambiente de trabalho, é preciso, além de evitar que ele se torne um lugar de constante pressão, exigências excessivas e injustiça, garantir que pessoas que estejam sofrendo desse mal tenham um espaço para negociar, se expressar e sugerir mudanças necessárias.

Recomendações para líderes e profissionais de RH:

  • comunicação: é indispensável a presença da livre expressão e de canais de conversação para negociar demandas, necessidades, expectativas e acordos entre chefia e colaboradores. Falar sobre transtornos mentais deve ser natural, e conhecer a realidade desses sofrimentos deve ser uma tarefa de todo o time. A comunicação frequente gera naturalmente a empatia e vínculos mais fortes, que certamente são fatores de alívio para uma pessoa com transtorno ansioso.
  • planejamento: sem planejamento, as prioridades se desorganizam, as tarefas não parecem fazer sentido, tudo se torna imprevisível e fica impossível entender o que está acontecendo e para onde o trabalho está indo. Um planejamento sóbrio e concreto (de acesso material) é a forma mais saudável de se organizar um trabalho, seja ele qual for. O planejamento é o mapa das ações — e somente com um mapa fidedigno um viajante encontra o destino desejado.
  • autonomia: dar toda autonomia possível ao colaborador é fundamental para que ele possa se organizar quanto às demandas do trabalho. Sem permitir que o trabalhador decida tudo, é preciso dar a ele possibilidades de escolha, alguma possibilidade de movimentação e adaptação, visando sempre a maior produtividade e conforto para todos.
  • reforços positivos: muito melhor do que punir más ações, reforçar positivamente as boas é um método certeiro para aumentar a produtividade e a motivação de trabalhadores. Todos gostam de ter seu trabalho reconhecido, de prêmios merecidos, e de se sentirem úteis. Reconhecer particular e publicamente um trabalho de destaque de um colaborador deve ser uma prática corrente numa organização saudável, por exemplo.
  • segurança: um ambiente de trabalho tranquilo é um grande preventivo para a ansiedade. As organizações devem investir na segurança principalmente pela inibição de casos de assédio, bullying e violência — irregularidades recorrentes que são catalisadoras de transtornos mentais como a ansiedade. Ter um Canal de Denúncias é uma das formas de garantir essa proteção, e já trataremos dele no próximo tópico.


Como o Canal de Denúncias auxilia no combate à ansiedade?

Muitas das condutas ansiogênicas no ambiente de trabalho podem ser comportamentos abusivos: exigências exageradas, tarefas sem sentido, metas impossíveis e outras condutas desse tipo, quando praticadas repetidamente e com uma vítima definida, são consideradas assédio moral, por exemplo.

Essas violências são um prato cheio para desencadear vários transtornos mentais, incluindo a ansiedade, e a melhor maneira de preveni-las é com a implantação de um Canal de Denúncias terceirizado.

Assim, o Canal de Denúncias terceirizado permite que os colaboradores relatem situações de assédio e outras irregularidades de forma anônima, completamente segura e com o atendimento de profissionais plenamente qualificados para o encaminhamento de cada caso.

Por isso, contratar um Canal de Denúncias é uma das decisões mais sábias se uma empresa quer melhorar cada vez mais seu desempenho, levando segurança e bem-estar para seus trabalhadores, e prevenindo ao máximo o adoecimento de seus colaboradores.

banner e-book canal de denúncias ansiedade e trabalho

Conclusão

Por fim, a ansiedade é um transtorno mental grave e tem acometido cada vez mais pessoas em todo o mundo. Várias são as causas e os desencadeantes desse problema. 

A organização deve estar aberta ao diálogo sobre esse e outros transtornos. Assim, os colaboradores possam expressar suas necessidades e sugerir adaptações para o melhor funcionamento da empresa.

Dessa forma, algumas estratégias podem ser aplicadas para a prevenção da ansiedade no ambiente de trabalho, e o Canal de Denúncias é um grande aliado na prevenção e combate de irregularidades que desencadeiam transtornos mentais.

Confira mais benefícios do Canal de Denúncias para sua empresa no vídeo em seguida:

Fontes:
(1) https://tinyurl.com/2347pcrm
(2) https://tinyurl.com/mryrfdjp

4.8/5 - 268 votos

Solicite um orçamento gratuito em apenas 3 passos:

Saiba como contratar em apenas 3 passos: