Pesquisar
Close this search box.

Como implantar um Canal de Denúncias em cinco passos

a mão de alguma pessoa clicando em uma tela de computador em cima de uma mesa de madeira
Tempo de Leitura: 3 Minutos

Para algumas instituições, contar com um Canal de Denúncias não é só uma vantagem: é indispensável.

Apesar disso, as incertezas na hora de implantar um canal rondam a mente de muitos empresários. Afinal, há uma variedade de formatos…

Antes de optar por um deles, fica a pergunta: como implantar um Canal de Denúncias que realmente  funciona?
Para responder a essa questão, conversamos com o sócio-diretor da Contato Seguro, Diego Galvão, que nos ajudou a listar os principais passos na hora de implantar um canal na sua empresa. Confira:

  1. Tone at the top: essa expressão reforça que o exemplo deve vir de cima. Por isso, antes de iniciar a implantação de um Canal de Denúncias, a alta direção – ou mesmo o dono da empresa – deve estar 100% convencida de que a ferramenta é fundamental para o negócio. Só assim os funcionários terão um exemplo para se espelhar(1). Com isso, gera-se credibilidade e confiança entre os funcionários.
  2. Buscar uma empresa especializada: segundo pesquisas, um Canal de Denúncias externo recebe seis vezes mais relatos do que um interno. Isso porque, com uma empresa externa, as pessoas entendem o caráter independente do processo e se sentem mais seguras para expor qualquer irregularidade, sem receio de perseguições ou retaliações.
  3. Definir o formato do canal: existem diversos formatos de canais, por exemplo, via WEB, por aplicativo, e-mail e 0800. O 0800 confere uma vantagem significativa sobre os demais, pois um profissional altamente capacitado orientará o manifestante, com perguntas assertivas, cujas respostas contribuem significativamente na apuração. Outro aspecto relevante diz respeito à disponibilidade do canal. Recomenda-se que seja 24h e 7 dias por semana, pois, dessa forma, não se desperdiça nenhuma denúncia.
  4. Comunicar e treinar colaboradores: de nada adianta ter um Canal de Denúncias se os colaboradores não souberem que ele existe ou como ele funciona. Por isso é imprescindível que seja feita uma campanha ativa, periódica e em diferentes formatos para que todos os níveis hierárquicos da empresa estejam cientes da importância do canal. Além de incentivar o bom uso dessa ferramenta, tal ação dissipa receios por parte do manifestante.
  5. Avaliação de indicadores: para que um Canal de Denúncias seja verdadeiramente efetivo, não basta receber e investigar os relatos que chegam. A partir dos relatórios sobre as situações ocorridas na empresa, é preciso avaliar os riscos e criar ações preventivas. Um exemplo: se em uma organização há uma alta incidência de queixas relativas a assédio moral, é necessário criar mecanismos de proteção para esses casos, além de atividades de conscientização.

Agora imagine ter o apoio de experts para guiar você em todos esses processos!

Fale agora com um especialista da Contato Seguro!

Fonte:
(1) https://tinyurl.com/mw39ht

4.8/5 - 425 votos

Solicite um orçamento gratuito em apenas 3 passos:

Saiba como contratar em apenas 3 passos: