Pesquisar
Close this search box.

6 dicas para combater a fraude na prática

homem careca de óculos, sentado em frente ao computador tocando na tela mostrando para sua colega como combater a fraude na prática

Menu do Artigo

Tempo de Leitura: 5 Minutos

A fraude é, muito possivelmente, o crime financeiro mais frequente no ambiente corporativo e que causa o maior prejuízo em todo o mundo. 

A Associação dos Investigadores de Fraude Certificados(1) publicou seu Relatório das Nações de 2022(2), trazendo estatísticas globais sobre a fraude ocupacional (fraude interna) nesse ano.

Foram estudados 2.110 casos, em 133 países de 8 regiões do globo. No total, mais de 3,6 bilhões de dólares foram subtraídos das organizações, o que representa uma perda média de 1,783 milhões de dólares por cada caso.

Além dos prejuízos financeiros, a ocorrência de fraudes numa organização tem impacto sobre o social e o psicológico dos colaboradores, afetando sua produtividade, além de sujar a imagem e a reputação de uma empresa.

A área do Compliance, que se debruça sobre o estudo do como e porquê as pessoas seguem (ou deixam de seguir) regulamentos, normativas e leis, lança luz sobre o fenômeno da fraude e apresenta saídas possíveis para a prevenção e o combate a essa irregularidade.

O especialista em Compliance Helcio Coelho, sócio-fundador da HAC Consultoria e profissional conceituado por ter mais de 20 anos de experiência nas áreas de Compliance, Controles Internos e Auditoria em grandes empresas como Globo, Vale e KPMG, preparou para você 5 dicas para prevenir e combater a fraude corporativa.

Vamos às dicas! 

1. Investir no fortalecimento da cultura ética 

A cultura de uma empresa é um reflexo de seus valores, normas e comportamentos. A organização deve criar uma cultura de integridade que encoraje os funcionários a fazerem a coisa certa e se manifestarem caso vejam algo errado.

Além disso, uma cultura de Compliance é implementada por um programa “top down”, do topo até a base, sendo que o exemplo deve ser dado desde a alta administração, que incorpora os princípios e práticas, até os funcionários, que receberão a boa influência do clima assim estabelecido. Portanto, fortalecer a cultura ética da empresa é criar uma direção sólida desde o topo da organização. 

2. Educar os funcionários

Programas regulares de treinamento e educação podem ajudar os funcionários a reconhecer e prevenir fraudes. 

As empresas devem educar seus funcionários sobre os sinais de alerta de fraude, sobre o perfil fraudador e fornecer a eles o conhecimento e as ferramentas para denunciá-los.

O aspecto do treinamento, principalmente relativo às ferramentas de denúncia, é fundamental para aumentar o sucesso na identificação e inibição de casos de fraude, como ficou claro no Relatório das Nações acima citado.

3. Estabelecer uma governança corporativa baseada em gestão de riscos

O modelo das três linhas de defesa fornece uma estrutura para identificar e gerenciar riscos de fraude de forma estruturada e coordenada. 

Cada linha de defesa desempenha um papel crítico na prevenção e detecção de fraudes. Assim, as organizações que implementam essa estrutura estão mais bem equipadas para prevenir e gerenciar os riscos de fraude. 

A primeira linha é a linha operacional, que inclui os funcionários e a gestão responsáveis pela execução dos processos de negócios. 

No âmbito da prevenção de fraudes, a primeira linha de defesa é responsável por identificar e gerir os riscos de fraude nas suas atividades diárias, bem como reportar qualquer atividade suspeita. 

A segunda linha de defesa fornece supervisão, orientação e ferramentas à primeira linha sobre como gerenciar e mitigar os riscos de fraude. 

A terceira linha, Auditoria Interna, fornece garantia independente de que a primeira e a segunda linhas de defesa estão gerenciando com eficácia os riscos de fraude. 

Eles avaliam a eficácia do programa de prevenção de fraudes e fornecem recomendações para melhorias.

4. Implementar um Canal de Denúncias  

Um Canal de Denúncias bem estabelecido que garanta a confidencialidade e proteja os denunciantes de retaliação é um componente essencial de um programa antifraude eficaz. 

Ele permite que as organizações detectem e resolvam práticas fraudulentas em tempo hábil, além de promover transparência, responsabilidade e boa governança.

Confira como funciona um Canal de Denúncias no vídeo a seguir:

5. Realizar verificação de antecedentes de potenciais funcionários e terceiros 

As verificações de antecedentes são uma ferramenta importante na luta contra a fraude. 

Ao identificar riscos potenciais antecipadamente, verificar informações e monitorar funcionários e terceiros ao longo do tempo, as organizações podem se proteger melhor contra o risco de fraude.

6. Utilizar-se de análise preditiva no combate à fraude

 A análise preditiva é uma ferramenta importante na luta contra a fraude. 

Ela pode ajudar as organizações a identificar potenciais riscos de fraude antecipadamente, melhorar a eficiência de seus esforços antifraude e melhorar continuamente seus programas antifraude. 

Ao aproveitar a análise de dados, as organizações podem obter informações valiosas que podem ajudá-las a prevenir e detectar fraudes com mais eficiência.

Como o Canal de Denúncias pode ajudar no combate à fraude?

Segundo o Relatório das Nações, 42% dos casos de fraude foram identificados por “dicas” de colaboradores, que informaram à diretoria sobre a suspeita da irregularidade, ou seja, via relato ou denúncia.

A detecção por denúncia identificou 3x mais casos do que o segundo método da lista, que é a auditoria interna.

Dessa forma, as organizações com Canais de Denúncias são mais rápidas em detectar as fraudes. Elas também acabam tendo menos perdas financeiras que organizações sem Canal de Denúncias.

Além disso, o treinamento no uso da ferramenta também aumenta a probabilidade de detecção de fraudes. 

Por isso, o Canal de Denúncias é a melhor ferramenta e estratégia para a prevenção e o combate à fraude nas organizações. 

Ter um sistema terceirizado, com o atendimento de especialistas e a possibilidade do relato anônimo aumenta em muito as chances da identificação precoce da fraude e outras irregularidades. Isso porque ele gera maior confiança nos colaboradores, promovendo assim um ambiente mais propício para as manifestações espontâneas. 

prevenir-fraudes-sistema-compliance

Conclusão

Por fim, é possível combater a fraude nas organizações com uma estratégia que ataque os principais pontos do problema. 

Fortalecer a cultura ética e investir na educação e conscientização dos colaboradores, estruturar uma governança baseada em gestão de riscos, observar melhor o perfil dos colaboradores e apostar num Canal de Denúncias são destaques desse empreendimento, por exemplo.

A presença do Canal de Denúncias aliada ao treinamento dos colaboradores para o uso da ferramenta foi o meio que mais identificou casos de fraude em todo o mundo. É claro, a prevenção e contenção de outras irregularidades também é uma consequência da utilização da ferramenta de relatos.

Portanto, para proteger a sua empresa e seus colaboradores da fraude e outras irregularidades, aposte nas dicas que destacamos e no Canal de Denúncias.

Fontes:

(1) https://www.withum.com/resources/2022-acfe-report-to-the-nations-fraud-trends-and-key-takeaways/
(2) https://legacy.acfe.com/report-to-the-nations/2022/

4.8/5 - 436 votos

Solicite um orçamento gratuito em apenas 3 passos:

Saiba como contratar em apenas 3 passos: