Pesquisar
Close this search box.

5 coisas que a liderança precisa saber para ter sucesso com o Canal de Denúncias

mulher sentada em frente ao notebook olhando para a câmera e sorrindo pois é uma líder de sucesso
Tempo de Leitura: 7 Minutos

Todo ambiente de trabalho se encontra suscetível ao acontecimento de más condutas, como assédio moral e/ou sexual, bullying, discriminação, entre outros tipos de comportamentos abusivos. 

Quando a organização não conta com um Canal de Denúncias para detectar e combater esses problemas, o resultado é sempre o mesmo: 

  • Ocorrências de processos trabalhistas, geração de um ambiente de trabalho hostil, dificuldade na retenção de talentos, queda na produtividade de funcionários, etc.

São inúmeras as consequências que repercutem negativamente no clima organizacional e dificultam o trabalho da área de Gente e Gestão, podendo afetar, até mesmo, o consumidor final dos serviços ou produtos de uma empresa — já que o bem-estar do colaborador reflete diretamente na forma como ele se dedica à prestação de um bom atendimento ao cliente. 

Neste cenário, o Canal de Denúncias se apresenta como ferramenta aliada da liderança no combate às más condutas e, consequentemente, na criação de um ambiente de trabalho mais seguro, acolhedor, inclusivo e livre de irregularidades

Mais do que essencial, essa plataforma é, agora, obrigatória. 

A nova Lei 14.457/22 determina para as empresas com CIPA a implementação obrigatória do Canal e a fixação de procedimentos de recebimento e acompanhamento das denúncias, além da realização de treinamentos de prevenção contra o assédio e outras formas de violência no ambiente de trabalho, no mínimo a cada 12 meses. 

Mas, para cumprir a lei e assegurar o bom desempenho do Canal, somente disponibilizá-lo não é o suficiente. 

Contrate o Canal de Denúncias

É preciso que você, líder de RH, assimile uma série de aspectos e os torne parte da sua rotina profissional, principalmente em relação ao seu papel enquanto “promotor” da ferramenta dentro da organização.

Ter sucesso nesta missão e possibilitar o aproveitamento dos benefícios proporcionados por este instrumentos abrange a adoção de medidas que envolvem:

  • A busca por conhecimento da própria liderança sobre o Canal.

  • A criação de um programa de treinamento e comunicação assertiva destinada aos colaboradores, acerca da importância da ferramenta, como usá-la, os comportamentos passíveis de denúncia e outros assuntos importantes deste universo. 

Para ajudar nesta compreensão e tornar todo o processo mais claro e prático, listamos 5 coisas que não podem “fugir do seu radar” quando o assunto é Canal de Denúncias. Confira!

1. Líder, você é o centro da mudança!

Acima de tudo, a implementação de um Canal de Denúncias simboliza, em qualquer empresa, um momento de transformação positiva!

Essa ferramenta sinaliza a “virada de chave” para a criação de uma organização mais íntegra e segura para todos. E o grande protagonista dessa mudança, é você, líder!

Seu papel é ser um “promotor contínuo” do Canal de Denúncias e dos comportamentos éticos. A sua aderência à ferramenta é o que a transformará em sua maior aliada.

O Canal atua na detecção dos problemas que ocorrem “longe dos seus olhos” e afetam negativamente a sua equipe e os resultados da organização. Essa plataforma é altamente capaz de fornecer o suporte que você precisa para corrigir as irregularidades, manter as boas práticas nas relações de trabalho e ter colaboradores engajados. 

Para entender a sua importância neste contexto todo, duas tarefas são primordiais:

  1. A busca pelo conhecimento deve ser constante — para promover a ferramenta, é preciso entender o seu funcionamento e os benefícios. Pensando em facilitar esse trabalho, recomendamos a leitura do E-book “10 questões sobre Canal de Denúncias”(1).
  1. Procure entender a realidade do negócio em que você está inserido, delimite os comportamentos que não podem ser naturalizados na organização, a partir de uma análise de riscos, e busque comunicar essas questões para os seus colaboradores. Uma boa forma de cumprir este trabalho é a produção de um Código de Conduta. 

2. O colaborador precisa ter conhecimento pleno sobre o Código de Conduta e o Canal de Denúncias da empresa

O Código de Conduta é o documento que lista as premissas de uma empresa, onde encontram-se expostos, explicitamente, os seus princípios e valores. 

Neste documento, também precisam estar descritas as situações que não serão aceitas na empresa, ou seja, as más condutas e comportamentos destoantes da construção de um ambiente de trabalho sadio e ético, assim como algumas boas regras essenciais de convivência e trabalho. 

Ao contrário do que alguns pensam, não se trata de um conjunto de frases prontas. A realidade de cada organização é diferente, assim como os riscos de más condutas são igualmente distintos, dependendo do ambiente.

Nesse sentido, é primordial analisar quais são as irregularidades mais propensas de acontecerem no seu negócio.

Lembre-se sempre: este compilado precisa refletir a cultura do negócio, ser escrito de forma transparente e com linguagem acessível a todos os níveis hierárquicos da organização, transmitindo ao leitor o sentimento de um conteúdo honesto, verdadeiro e válido.

Por meio dele, é possível “transferir” ao colaborador o conhecimento sobre aquilo que pode (e deve) ser denunciado. É isso que transforma o Código em um poderoso instrumento para o bom funcionamento do Canal de Denúncias

Não se esqueça: aqui, a sua atenção não deve estar voltada apenas à criação deste documento ou somente à implementação do Canal de Denúncias. A divulgação sobre tudo o que ele engloba esses dois recursos são igualmente fundamentais e exigem dedicação.

  • O Código de Conduta precisa ser divulgado e todos precisam conhecê-lo de forma plena, bem como, estar ao “alcance da mão” de quem quiser consultá-lo para solucionar dúvidas — aqui se delimita a necessidade de disponibilizar o material em diversos ambientes e formatos (tanto físicos quanto on-line). 

  • Paralelo a isso, cada colaborador precisa ter em mente que, ao viver ou presenciar a ocorrência das más condutas discriminadas no Código, é imprescindível reportá-la ao Canal de Denúncias — é esta ferramenta que permitirá, justamente, a identificação das violações ao Código, viabilizando a oportunidade de correção das irregularidades pela empresa e evitando os prejuízos.

Como fazer valer o que está escrito no Código e facilitar o cumprimento das regras? A resposta é simples: investindo na criação de um programa de treinamento sobre o Código de Conduta e o Canal de Denúncias. 

3. Planejar e criar um programa de treinamento é fundamental

✔ Canal de Denúncias implementado — check! 

✔ Código de Conduta pronto — check! 

Chegou a hora do terceiro ponto essencial dessa lista: o planejamento e a realização dos treinamentos periódicos.

Mesmo que a intenção da implementação dessas duas ferramentas importantes seja benéfica para toda a empresa, as equipes podem ainda não saber disso. Ou melhor, podem até mesmo não saber do que se tratam esses dois instrumentos e muito menos como usá-los corretamente. 

Por isso, é preciso pontuar e explicar de forma muito transparente: 

  • O que é o Canal de Denúncias e o Código de Conduta, porque eles existem, a importância deles, como funcionam e, especialmente, os seus benefícios para todos. 

A melhor maneira de fazer isso é treinando e sensibilizando os colaboradores sobre essas questões, por meio da realização de “ações coletivas de conscientização”.

Um ótimo exemplo de formato e efetividade para solucionar esse impasse é a produção de treinamentos em vídeo sobre o Canal e os temas presentes no Código de Conduta

Pense bem…

  • Como uma pessoa pode denunciar um caso assédio, uma fraude ou um ato de discriminação, se ela não souber o que caracteriza cada um deles?

  • Como alguém vai ter a segurança necessária para realizar uma denúncia sem saber sobre a validade de todo o processo, o sigilo proporcionado pela plataforma e a possibilidade de manter sua identidade 100% anônima?

Os treinamentos em vídeo servem, precisamente, para solucionar essas dúvidas: use e abuse dos exemplos práticos, trabalhe uma linguagem de fácil entendimento e procure abordar as temáticas de modo mais simples possível. 

Além disso, tenha sempre em mente: reforçar os atributos de confiabilidade e confidencialidade do Canal nunca é demais! Quanto mais segurança a rede de colaboradores sentir, mais eles estarão engajados em colaborar com a organização na identificação de possíveis irregularidades. 

Uma dica para acertar nesse tipo de produção e elaborar um treinamento que realmente funciona é buscar o auxílio de uma empresa especializada, como a Contato Seguro

4. Comunicar para manter a “chama sempre acesa”, essa é a chave do sucesso constante!

Realizar apenas um treinamento e esperar que ele seja o suficiente para manter todos informados o tempo todo é um erro grave!

De tempo em tempo, é indispensável relembrar a empresa toda sobre o Canal de Denúncias, o Código de Conduta e os assuntos relativos a estes dois instrumentos. 

É claro que não é necessária a realização de um megatreinamento em vídeo a cada semana, existem soluções criativas mais simples, como a produção de cards de comunicação, e-mails marketing, cartazes, folders, flyers, etc.

Não há uma “frequência ideal” universal para manter o assunto “vivo” na mente das equipes, porém, recomendamos a veiculação de, pelo menos, uma peça de comunicação por mês, como “reforço” às questões trabalhadas no Código e nos treinamentos maiores.

5. Executar cada uma dessas etapas não precisa ser um desafio complexo

Nós sabemos que colocar em prática todas as ações que mencionamos acima pode parecer uma missão impossível, principalmente quando são colocadas em foco todas as diversas atribuições rotineiras de um profissional de Gente e Gestão.

Mas, não se preocupe… Temos uma boa notícia!

Você pode contar com o suporte da Contato Seguro em todo processo de implementação do seu Canal de Denúncias, assim como na criação de um programa de comunicação e treinamento para toda a sua equipe em diversos formatos (vídeos, campanhas digitais, materiais impressos e muito mais), por meio da produção de conteúdo 100% personalizado, desenvolvido conforme a cultura da empresa e criado com o respaldo de especialistas referências globais no campo da ética e do Compliance.

Conclusão

Um Canal de Denúncias é muito importante na hora de prevenir e combater casos de fraudes, roubos e assédio nas empresas. Mas é preciso que todo o ambiente esteja de acordo com a boa conduta para que a ferramenta tenha o seu melhor funcionamento.

Neste artigo, você conferiu 5 dicas para apoiar o funcionamento da plataforma, criando um ambiente mais seguro para que os colaboradores se sintam à vontade na hora de denunciar atos de má conduta.

Quer implementar um Canal de Denúncias na sua empresa? Fale com um especialista da Contato Seguro. 

Fonte:
(1) https://tinyurl.com/ycybvrtj

4.8/5 - 382 votos

Solicite um orçamento gratuito em apenas 3 passos:

Saiba como contratar em apenas 3 passos: